Notícias | 28 de fevereiro de 2024 | Fonte: Porto

Porto registra lucro líquido de R$ 2,26 bilhões em 2023

No quarto trimestre, o lucro líquido atingiu R$ 688,9 milhões, aumento de 24% frente ao mesmo período do ano anterior

A Porto apresentou hoje ao mercado o balanço consolidado dos seus resultados no quarto trimestre de 2023 e do ano completo, com indicadores positivos em todas as suas verticais de negócios: Porto Seguro, Porto Saúde e Porto Bank. O lucro líquido da Companhia foi de R$ 688,9 milhões no quarto trimestre de 2023, um crescimento de 24,0% comparado ao mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, o lucro líquido dobrou, alcançando um resultado recorde de R$ 2,26 bilhões. Já o Retorno sobre Patrimônio Médio (ROAE) foi de 23,9% no trimestre e de 19,6% no ano.

No trimestre, a receita total teve aumento de 9,5% (vs. 4T22), atingindo R$ 8,4 bilhões, e de 16,2% no ano (vs. 2022), alcançando R$ 31,7 bilhões. A Companhia registrou a marca de 15,9 milhões de consumidores de seus produtos e serviços em 2023, com avanço na expansão orgânica dos negócios, incorporação dos clientes da CDF e a estreita relação com os mais de 37 mil corretores parceiros de negócios.

O retorno sobre as aplicações financeiras (ex-previdência) geridas pela Tesouraria da companhia foi de R$ 378,2 milhões no 4T23, o que representa uma rentabilidade equivalente a 106,7% do CDI. O desempenho foi impulsionado, principalmente, pela rentabilidade das alocações em renda variável no período, além do fechamento dos spreads de crédito e da marcação a mercado de uma parte da carteira alocada em juro nominal (DI futuro). Mesmo com impacto negativo dos títulos marcados na curva (NTN B), o resultado foi acima do CDI no período. Em relação ao quarto trimestre do ano passado, o resultado financeiro cresceu 111,4%, atingindo R$ 355,9 milhões.

0 índice de eficiência operacional recorrente, que leva em consideração a soma das Despesas Administrativas em relação à Receita Total, alcançou 11,7% tanto no 4T23 quanto no ano acumulado de 2023, registrando uma evolução de 0,3 p.p. no trimestre (vs. 4T22) e de 0,8 p.p. no ano (vs. 2022), decorrente dos ganhos de produtividade observados no período.

No âmbito da digitalização das operações, a Porto registrou 49 milhões de interações e atendimentos digitais no 4T23 e 53% dos acionamentos para serviços de carro ou residência do trimestre foram feitos por meio do Super App e do WhatsApp.

Na Porto Seguro, vertical que responde pelos produtos de seguros, os prêmios do quarto trimestre avançaram 4,3% em comparação ao mesmo período do ano anterior. A maior contribuição para este ganho veio do segmento Patrimonial (+15,8% vs. 4T22), com destaque para o forte crescimento dos seguros Patrimoniais Empresariais (+21,0% vs. 4T22). Já o Vida expandiu 8,6%, alavancado pelo desempenho do segmento de Vida Coletivo (+22,6% vs. 4T22) e pelo seguro Viagem (+56,9% vs. 4T22). No Auto, o crescimento de prêmios foi de 2,7%, induzido pela expansão de 4,3% na frota segurada, o que representou um incremento de 245 mil veículos no período (vs. 4T22). No ano, o crescimento de prêmios da vertical foi de 12,1% (vs. 2022), explicado pelo aumento de 8,1% na base de clientes (vs. 2022) e por adequações na precificação.

O Índice Combinado da Vertical Seguros melhorou 1,4 p.p. (vs. 4T22), atingindo 87,8% no trimestre, explicado principalmente pela redução na sinistralidade do Auto (-5,6 p.p. vs. 4T22), decorrente do aprimoramento na subscrição de riscos, aumento no controle de sinistros e evolução mais favorável no valor dos automóveis, diminuindo a pressão sobre os custos dos sinistros.

Na Porto Saúde, as receitas cresceram 48,4% em relação ao quarto trimestre do ano anterior, alavancadas pela continuidade de uma expansão significativa dos prêmios do Seguro Saúde (+52,9% vs. 4T22), decorrente principalmente do incremento de aproximadamente 130 mil vidas 31,3% no comparativo trimestral. No ano, a vertical chegou a 543 mil beneficiários. A sinistralidade foi reduzida em 3,7 p.p. em comparação ao 4T22 e 4,4 p.p. em relação ao 3T23, proporcionada pelas iniciativas de adequação tarifária, ações para redução de fraudes e melhoria na subscrição de riscos.

Na Porto Bank, vertical de negócios financeiros, as receitas totais superaram R$ 1,3 bilhão no trimestre, com uma expansão de 10,9% em relação ao 4T22 com destaque para o crescimento de 22,0% nas receitas de Consórcio e para o incremento de 160 mil negócios na vertical (vs. 4T22).

Em relação às Operações de Crédito, a inadimplência acima de 90 dias encerrou em 6,6%, com uma redução de 0,8 p.p. vs. 3T23 e permanecendo 0,6 p.p. abaixo da média de mercado. As novas safras têm apresentado boa performance, indicando a efetividade das políticas implementadas nos últimos meses. Assim, o foco na gestão de risco e na melhor qualidade da carteira de crédito continuam sendo pilares do crescimento sustentável da vertical.

Em outros negócios, a companhia atingiu uma receita de R$ 203 milhões no trimestre (-8,8% vs. 4T22). A redução é explicada pela desaceleração do ritmo da operação do Carro por Assinatura em 45,7% vs. 4T22.

A nova vertical Porto Serviço, lançada em dezembro de 2023, inicia sua jornada com o potencial de alavancar o volume de vendas no B2C e já tem intensificado parcerias estratégicas B2B para distribuição do seu portfólio de serviços. Os resultados desta vertical, considerando os rebates das seguradoras, serão divulgados a partir do 1T24.

Cabe destacar ainda que, em 2023, a Porto foi eleita a segunda marca mais forte do país pela Brand Finance e a 16ª marca mais valiosa pela Interbrand. A qualidade dos serviços prestados pelas verticais segue sendo reconhecida pelos clientes, com índices de NPS (Net Promoter Score) de 79 pontos nos seguros Auto e Residencial e 73 pontos do Cartão de Crédito Porto Bank. A Porto também foi eleita como uma das dez melhores empresas para se trabalhar pelo ranking do GPTW (Great Place to Work) na categoria de maiores empresas do Brasil, e venceu o prêmio ESG, da revista Exame, na categoria Serviços Financeiros. Vale ressaltar ainda que a Companhia passou a integrar a carteira do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) da B3. As conquistas reforçam a essência da companhia de ser cada vez mais um porto seguro para as pessoas e seus sonhos.

Principais destaques (4T23 em comparação com 4T22):  

  • Receita Total: R$ 8,4 bilhões (+9,5%)
  • Receita Porto Seguro: R$ 5,4 bilhões (+4,3%)
  • Receita Porto Saúde: R$ 1,35 bilhão (+48,5%)
  • Receita Porto Bank: R$ 1,33 bilhão (+10,9%)
  • Lucro Líquido: R$ 688,9 milhões (+24,0%)

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN