Notícias | 27 de julho de 2004 | Fonte: Gazeta Mercantil

PanAmericano quer vender 100 mil apólices em 40 dias

O principal apelo de vendas é o sorteio de R$ 65 mil em prêmios. A seguradora do Banco PanAmericano, instituição financeira do Grupo Silvio Santos, tem uma meta arrojada: vender, em 40 dias, 100 mil seguros de acidente pessoal. A promoção Pan Protege Bem de Vida começou no último dia 19 e termina no dia 31 de agosto. Trata-se de um seguro com custo de R$ 10 e que se compromete a indenizar o cliente, em até R$ 6,5 mil, que sofrer um acidente pessoal nos trinta dias do contrato.

Segundo Maurício Bonafonte, responsável pela área de seguros, a limitação da apólice pelo período de um mês foi definida com base no poder aquisitivo do público alvo, que são clientes das classes C e D do banco Panamericano. `Eles raramente têm acesso a um seguro de acidentes e, quanto mais barato for, mais clientes terão contato com o seguro, criando a cultura do produto`, disse o executivo.

A seguradora já tem em carteira 1,2 milhão de segurados, com produtos de acidente pessoal e desemprego. Esses clientes foram captados na tomada de financiamento nas 110 agências do banco do grupo e também nas lojas onde a financeira do grupo atende, como a rede varejista Marabrás ou algumas lojas da rede de materiais de construção C&C, e concessionárias de veículos, entre outros clientes. Além da base de 1 milhão de portadores do cartão de crédito da instituição com as bandeiras Visa e MasterCard. Segundo informações do grupo, em julho houve uma retomada na concessão de financiamentos, que giram em torno de 150 mil contratos por mês.

Para atingir a meta, o principal apelo de vendas é o sorteio, com prêmios de R$ 65 mil. O principal prêmio é no valor de R$ 50 mil e os outros são um de R$ 5 mil e cinco no valor de R$ 2 mil, acompanhados de um aparelho de DVD.

Meta atingida em 1999

Segundo o executivo, tal façanha já foi alcançada em 1999, quando o grupo conseguiu vender 2,6 milhões de apólices de acidentes pessoais em apenas 40 dias. `Temos experiência em atingir nosso público alvo e nossa meta é factível de ser alcançada`.

A seguradora movimentou prêmios próximos a R$ 30 milhões no primeiro semestre deste ano, praticamente estável em relação ao mesmo período do ano anterior. O lucro, de aproximadamente R$ 5 milhões, também se manteve, segundo informou o executivo.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN