Notícias | 16 de fevereiro de 2004 | Fonte: Valor Econômico

Marsh fatura mais e eleva investimento no país

A corretora Marsh, especializada em gerenciamento de riscos e seguros, está programando investimentos de R$ 10 milhões em 2004 para reforçar a capacidade tecnológica, de infra-estrutura e recursos humanos no país, prevendo uma expansão dos negócios.

Thomaz Cabral de Menezes, presidente da subsidiária brasileira do grupo, acredita que as perspectivas de retomada da atividade econômica e dos grandes projetos industriais são “bastante positivas” para este ano, e justificam um aporte maior do que no ano passado, quando a empresa investiu R$ 7 milhões.

Ligada ao grupo internacional Marsh & McLennan Companies (MMC), um dos maiores do mundo, a Marsh Corretora encerrou 2003 com crescimento de 26% do faturamento em receitas de consultoria em gerenciamento de riscos e corretagem de seguros. O valor das receitas não foi revelado. Os contratos de seguros movimentaram prêmios de R$ 1,6 bilhão, 14% superior ao de 2002.

A maior parte dos prêmios é gerada no segmento de grandes riscos industriais (“corporate”) nas áreas de propriedades, responsabilidade civil e transportes. Nesse segmento, que responde por mais da metade (52%) do faturamento do grupo no Brasil, o destaque foi o setor de energia, em que a empresa expandiu 47% no volume de prêmios em comparação a 2002, para R$ 112 milhões no período.

Também houve forte crescimento nas áreas de produtos profissionais e financeiros (40%), especialmente o seguro de responsabilidade civil de executivos (“directors & officers”). O restante do faturamento vem dos seguros de benefícios, massificados e voltados às pequenas e médias empresas.
Autor: Janes Rocha

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN