Notícias | 13 de fevereiro de 2004 | Fonte: Fenaseg

Código de Ética e Auto-Regulação

Os integrantes do Grupo de Ética e Auto-Regulação da Fenaseg têm muito trabalho pela frente. Na segunda reunião do Grupo, realizada na última terça-feira, 10, na sede da Federação, eles receberam e analisaram os Códigos de Ética de entidades como Anbid – Associação Nacional dos Bancos de Investimento; Conar ? Conselho de Auto-Regulamentação Publicitária, Anapp ? Associação Nacional da Previdência Privada e da Associação das Seguradoras do Chile, a Fenaseg daquele País.

O objetivo é que os seguradores identifiquem pontos que possam ser aproveitados para se elaborar um Código de Ética para o mercado segurador brasileiro. Durante a reunião, inclusive, já foi apresentado um roteiro preliminar para esse Código, que deverá ser a base do trabalho. O trabalho do GT foi dividido em três fases: a primeira será a elaboração do Código de Ética; a segunda dos Guias de Boas Práticas para todos os ramos que englobam o setor; e a terceira, a criação de um Conselho de Ética e um Comitê de Auto-Regulação que serão compostos por vários representantes do setor. Além disso, a Fenaseg está enviando, ainda esta semana, correspondência para presidentes de seguradoras e membros das comissões técnicas da Federação.

A primeira informando o trabalho que está sendo realizado, solicitando informações sobre as práticas já utilizadas em suas empresas e pedindo sugestões. Já a segunda propõe que os técnicos iniciem uma minuciosa análise sobre os pontos que deverão ser incluídos nos Guias de Boas Práticas, que serão elaborados para todos os ramos de seguros, a começar por automóvel. Todo esse trabalho visa formatar um ambiente favorável à implantação da política de auto-regulação no mercado de seguros, uma idéia antiga, que vem sendo bastante discutida no mercado desde o ano passado.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN