Notícias | 5 de janeiro de 2004 | Fonte: Jornal do Commercio

Ambiente de colaboração reduz custo operacional

CONTAS OPERACIONAIS
A terceirização já está consolidada na indústria de seguros. Entretanto, analistas afirmam que a maioria das empresas a utiliza sem uma compreensão clara de sua abrangência e sem o uso correto desse relacionamento externo. “Os benefícios podem ser muito maiores que uma simples redução de custos”, garante o sócio consultor da G5 Solutions, Luiz Roberto Latini.

O especialista acredita que a implementação de oportunidades adicionais de terceirização será um dos caminhos naturais para as seguradoras melhorarem seus resultados operacionais em 2004.

As empresas do setor, segundo ele, precisam aprimorar sua abordagem no relacionamento com os terceiros e desenvolver um ambiente de colaboração e aprimoramento conjunto, dando oportunidade “às sinergias oriundas dos conhecimentos e necessidades específicas de cada uma das partes”.

Na opinião do consultor, as seguradoras devem ainda identificar novas oportunidades de terceirização, principalmente na integração de serviços, criando e desenvolvendo empresas que consigam se estender além de suas fronteiras tradicionais (Extending the Enterprise).

Esse foi, aliás, um dos temas mais discutidos durante a Ace Conference, o seminário anual organizado pela National Underwriter Co, realizado em outubro, em Seattle. O sócio consultor da G5 Solutions, Paulo Eduardo de Freitas Botti, foi único brasileiro a participar do evento, que contou com a presença de 1.550 pessoas, sendo 1.000 representantes de companhias de seguro e 550 de expositores, empresas de consultoria e demais serviços voltados para a área de seguros.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora sua conta e faça parte.

FAÇA PARTE AGORA FAZER LOGIN